Acontecerá a II Semana de Holotecologia do dia 30 de outubro a 01 de novembro e Minicursos de Qualificação de Holotecários de 2 a 6 de novembro de 2015. A semana conta com eventos marcantes como, por exemplo, o lançamento de 3 livros e de revista, conferências, campo bioenergético, entre outros. Em comemoração aos 20 anos do CEAEC também será realizado uma confraternização gratuita, aberta a toda CCCI e comundade de Foz do Iguaçu, no dia 30 de outubro, as 18 horas no Tertuliarium, Praça da Paz e Holoteca.

Para abranger mais o evento, segue algumas sinopses do que será apresentado:

GLOSSOMÁTICA: LÍNGUA, POVOS E CULTURASConferencista: Otto Mendonça
A glossomatia é o aprendizado de idiomas pela vertente do Paradigma Consciencial. Contri-buem para essa abordagem a Linguística e a Filologia como ciências-base. A partir disso, o objetivo da palestra é propôr o poliglotismo como possível caminho para as ciências-síntese da Conscienciologia: a Holotecologia, a Holofilo-sofia e a Cosmovisiologia.

O ATO DE ESCREVER DICIONÁRIOS  – Conferencista: Lourdes Pinheiro
O ato de escrever dicionários propicia ao autor o benefício da concentração mental, a vivência intelectual, o sinergismo da imaginação criativa, a interação das faculdades mentais com as parapercepções multidimensionais, o desen-volvimento do próprio vocabulário cerebral e a assistência, com destaque para a tares. O percurso, no entanto, de elaboração da obra planejada demanda, além da inspiração, um roteiro prévio, a organização das ideias, o cálculo racional, as técnicas, o conteúdo, a estética e a forma, e muita paciência para vê-lo crescer e se desenvolver.

MACROESTRUTURA E HISTÓRIA DO UNIVERSOConferencista: Daniel Machado
Busca-se fornecer uma visão geral sobre o local e o momento em que a humanidade se desenvolve no contexto cósmico. Aborda-se a estrutura em larga escala do Universo, partindo-se do planeta Terra e considerando-se formações progressi-vamente mais amplas, incluindo o Sistema Solar, a Via Láctea, o aglomerado local de galáxias e os superaglomerados de galáxias. Expõe-se também, de maneira sucinta, a história do Universo desde os seus primórdios, passando pela formação das primeiras galáxias e a produção dos elementos que constituem a base para a vida.

NOITE DE GALA MNEMÔNICA: BASTIDORES E REPERCUSSÕESConferencista: Luciana Lavor
Nesta conferência serão apresentados: histórico do evento; bastidores, evidenciando as sincronici-dades e movimentação extrafísica na prepara-ção da Noite de Gala; pontoações; programação cultural; minitertúlia especial; repercussão na cidade e na mídia; síntese dos depoimentos dos participantes, com as casuísticas vivenciadas; vídeo com imagens do evento.

MATERPENSENOLOGIA: LENDO NAS ENTRELINHAS DA CONSCIÊNCIAConferencista: Guilherme Kunz
O objetivo é abordar o processo de identificação do materpensene pessoal decorrente do convite do professor Waldo Vieira para escrever o livro “Manual do Materpense”. Primeiramente será apresentada a relação da Materpensenologia com a Seriexologia e a Proexologia e, na sequência, os meios para identificação do materpensene pessoal, ou seja, as técnicas de leitura das entrelinhas da consciência.

COGNÓPOLIS, UM LUGAR PARA SE VIVERConferencista: Kátia Arakaki e João Bonassi
Viver na Cognópolis traz uma série de consequên-cias evolutivas e de interassistência teática. Saber transitar no voluntariado tarístico é em si um desafio motivador, se somado ao holopensene da Cognópolis, alcança outro patamar de autoexperi-mentação, em função da heterogeneidade de pessoas, conhecimentos, abordagens, projetos e iniciativas tanto das conscins individualmente, quanto nas combinações em grupo. É possível a pessoa reconhecer os momentos em que contribui com o grupo, trazendo algo a mais e também quanto às contribuições que o movimento grupal acrescenta a mais em sua produtividade e cresci-mento pessoal. Uma possível síntese para as vivências na Cognópolis poderia ser: mais FEP (Ficha Evolutiva Pessoal) e menos FÉ (crença), corroborando com o princípio da descrença, o qual propõe à conscin a vivência pessoal direta ser preferível à teorização.

 

Holotecologia & Cosmovisiologia

Holotecologia & Cosmovisiologia-001

Compartilhe: