0 0
Read Time:1 Minute, 12 Second

Você já pensou em como aferir, objetivamente, o nível do seu parapsiquismo? Uma das condições mais claras e objetivas – pedra de toque – para tal avaliação, é o nível da nossa projetabilidade lúcida.

A ferramenta essencial para aprofundar a consciencialidade (qualidade da consciência que prioriza a consciência em qualquer contexto) e o autoparapsiquismo é a projeção lúcida, especialmente quando é vivenciada com características interassistenciais.

A projeção lúcida é instrumento pessoal e acessível a todos nós, para estarmos de fato em contato com nossa realidade mais íntima, expandindo nossa visão de mundo e mudando completamente, se assim quisermos, as lentes que priorizamos usar para enxergarmos a nós mesmos e o entorno conviviológico.

Um exemplo muito significativo das consequências evolutivas da projeção lúcida foi relatado pelo dr. Hamilton Prado (1907-1972), advogado nascido em Rio Claro/SP, muito atuante na advocacia, indústria, diplomacia e política, que apresentou, na obra clássica No Limiar do Mistério da Sobrevivência – Experiências com o Eu Astral, a reperspectivação de vida experimentada por ele, através das experiências projetivas vivenciadas.

A autovivência inequívoca da experiência fora do corpo é o que realmente faz
a diferença na autoconfiança para nossas atuações diuturnas e nos resultados evolutivos alcançados. Vivenciar uma projeção desassediadora, um resgate baratrosférico ou uma aula de decolagem lúcida depende dos autesforços perseverantes priorizados pelo pesquisador decidido.

Manifestamos o parapsiquismo que priorizamos ter; a projeção lúcida é recurso ímpar nesse processo.

About Post Author

Ana Luiza Rezende

Natural de Belo Horizonte, Minas Gerais. Graduada em Engenharia Química. Mestre em Bioquímica e Imunologia. Professora e Educadora. Docente de Conscienciologia desde 1994; tenepessista desde 2003; epicon desde 2012. Contato: analuiza.rezende@gmail.com
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleepy
Sleepy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %
Artigo anteriorProjeciologia Aprofundada: vídeo inédito com Waldo Vieira
Próximo artigo31º Congraçamento reafirma o vínculo e paravínculo

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui