29.4 C
Foz do Iguaçu
sexta-feira, dezembro 9, 2022

Porão consciencial: O que é e como superar?

Must read

Na fase da juventude podemos perceber que a maioria dos jovens manifestam comportamentos e posturas mais instintivas e imaturas. Por exemplo, é muito comum na atualidade ver jovens e crianças viciados na internet.

Saiba +: Vício na internet: superação a partir da técnica da invéxis

Essas posturas impulsivas são comuns na juventude. Na Conscienciologia, essas manifestações podem fazer parte do porão consciencial.

O porão consciencial, segundo a Enciclopédia da Conscienciologia, é a fase de manifestação infantil e adolescente da consciência humana (conscin, Homo sapiens sapiens), até chegar ao período da adultidade, caracterizada pelo predomínio dos traços-fardos (trafares, taras pessoais) mais primitivos da consciência multiveicular (holossoma), multidimensional (dimensões conscienciais), multiexistencial (seriéxis), multimilenar (tempo histórico), paragenética e holobiográfica.

Nesta fase, os jovens se encontram mais infantis, imaturos e agem mais pelos instintos e impulsos.

Por que essas posturas têm o nome “porão consciencial”?

Essa pergunta é bem simples. Porão é uma parte da casa onde possui coisas velhas que guardamos para talvez um dia, usar. Mas no caso do porão consciencial é o porão da consciência e não da casa. A palavra “Consciencial” se refere à consciência. Ou seja, é aquela fase com maior dispersão e falta de lucidez. Lembre-se, cada caso é um caso, cada pessoa possui diferentes formas de manifestar o seu porão consciencial.

A Conscienciologia é a ciência que estuda a consciência (princípio inteligente, alma, espírito, ego, personalidade), considerando todos os seus atributos, fenômenos parapsíquicos, múltiplas vidas e as manifestações nas dimensões física e extrafísica. A consciência é você, sua essência, um princípio inteligente, e autoconsciente, que sobrevive para além da morte do corpo físico.

Saiba +: Qual o sentido da vida segundo a Conscienciologia?

Vale considerar ao longo da leitura deste texto, o princípio da descrença:

Não acredite em nada, nem mesmo no que você está lendo neste artigo. Experimente, tenha suas próprias experiências.

Manifestações e Características do Porão Consciencial

O porão consciencial ocorre devido a inadaptação do corpo físico e a série de vidas passadas. Ao longo das diversas vidas da consciência, suas tendências e atitudes ficaram como resquícios nas suas manifestações atuais.

Todas as pessoas passam pelo porão consciencial, é uma fase normal do próprio corpo físico, mas que pode atrapalhar vivências mais lúcidas e assertivas por parte da moça e do rapaz. O ideal é superá-lo ainda na juventude, onde o jovem pode amadurecer mais rápido e se conhecer melhor como consciência, conseguindo executar seu propósito de vida com mais facilidade, autonomia e assertividade.

Veja abaixo, em ordem alfabética, 15  tendências de manifestações próprias do porão consciencial, a partir de listagem do livro Inversão Existencial e reflexão das autoras:

  1. Agressividade. Postura impulsiva e violenta, com uma visão arrogante.
  2. Belicismo. O ato de colecionar armas e outros objetos violentos.
  3. Dispersividade. Postura dispersa e desatenta no dia a dia.
  4. Drogas. O prazer de estar consumindo drogas (cigarro, bebidas alcoólicas entre muitas outras).
  5. Ectopia Afetiva. Visão romantizada da vida, caracterizada pelo apego excessivo, de algum objetivo ou de alguma pessoa.
  6. Egocentrismo. Visão e pensamentos direcionados apenas para si.
  7. Imprudência. Falta de ponderação e de reflexão perante a vida.
  8. Impulsividade. Característica de não pensar antes de agir.
  9. Ingenuidade. Inexperiência da vida intrafísica e falta de opinião própria.
  10. Preguiça mental. Preguiça de buscar o conhecimento por si próprio.
  11. Promiscuidade.  Pessoa que mantém com outras relações amorosas e sexuais, passageiras e  sem compromisso.
  12. Queixa. Reclamações e falta de valorização do que possui.
  13. Rebeldia. O ato de estar contra o mundo e contra todos, quebrando regras.
  14. Riscomania. O prazer e a satisfação momentânea de se colocar em perigo.
  15. Vitimização. Caracterizada pela falta de valorização das conquistas pessoais e sempre se colocando na condição de vítima.

Muitas pessoas, já na adultidade, ainda possuem  características próprias do porão consciencial. Ou seja, mesmo depois da juventude, a pessoa pode ainda se manifestar mais imatura, caso não haja reciclagens íntimas e superações.

O primeiro passo para superar o porão consciencial é identificar as suas próprias manifestações relativas a instintividade e a imaturidade.

Neste sentido, se conheça melhor através do método da autopesquisa. A autopesquisa é a pesquisa de si mesmo, analisando traços pessoais, qualidades e estruturas de sua própria personalidade, objetivando acelerar o autoconhecimento e a evolução, para seu próprio bem e dos demais.

Veja abaixo, 6 perguntas e questionamentos para te auxiliar na identificação das posturas e manifestações próprias do porão consciencial:

  1. Quais comportamentos me atrapalham a manifestar  posturas mais lúcidas e assertivas?
  2. Quais são as manifestações e atitudes instintivas que ainda possuo?
  3. Qual é a qualidade das minhas companhias?
  4. As minhas manifestações atuais estão coerentes com o meu propósito de vida?
  5. As minhas manifestações estão convergindo com meus valores pessoais?
  6. Qual predomina mais nas minhas manifestações, os trafores (traços forças) ou os trafares (traços fardos)?

Para responder essas perguntas e questionamentos, o ideal é estar em um ambiente calmo e silencioso, para ajudar na concentração e em reflexões mais profundas.

Outra maneira de superar o porão consciencial é através da convivência, pois é a partir dele que aprendemos  e recebemos feedbacks de pessoas mais próximas sobre nossas manifestações que podem ser melhoradas.

Nesse sentido, o voluntariado ajuda na qualificação prática dos nossos trafores (qualidades), e também nele podemos nos manifestar de forma autêntica, podendo analisar e refletir quais são os trafares (defeitos) que atrapalham a exercer tais atividades, assim podendo estar em constante qualificação pessoal e grupal.

Inversão Existencial e Porão Consciencial

Além das posturas e métodos para superar o porão consciencial apresentados acima, o jovem pode se apoiar em técnicas mais avançadas para antecipar manifestações lúcidas no dia a dia. A técnica da  Inversão existencial auxilia neste alinhamento da vida em função do propósito de vida pessoal.

A inversão existencial, segundo o livro Inversão Existencial, é a técnica de otimização máxima da vida humana, fundamentada na Conscienciologia, aplicada desde a juventude, objetivando o exercício precoce do auxílio aos outros e o cumprimento da programação existencial (proéxis), também conhecido como propósito ou missão de vida.

Com a aplicação efetiva da invéxis, há um aumento constante da maturidade e do discernimento. Quanto mais maduro e racionais formos, mais facilidade teremos para enfrentar nossas dificuldades e assim ajudar as demais consciências com as mesmas dificuldades.

Referências

1. Lopes, Diego; O que é invéxis?; Artigo; ASSINVÉXIS; Revista; Foz do Iguaçu, PARAN; 06.10.20; 1 enu.; 1 foto; 1 técnica; 1 website; disponível em <https://assinvexis.org/artigos/invexis/>; acesso em: 30.01.21; 10h11.

2. Barbosa, Cassianne; Como identificar os talentos pessoais na juventude?; Artigo; Revista; Foz do Iguaçu, PARAN; 18.10.20; 4 enus.; 3 fotos; 1 tab.; 2 websites; 1 filme; 2 refs.; disponível em <https://assinvexis.org/artigos/identificar-talentos-na-juventude/>; acesso em: 19.12.20; 20h15.

3. Barbosa, Cassielle; Vício na internet: superação pela técnica da invéxis; Artigo; Revista; Conceição dos Ouros, MG; 08.08.20; 1 enu.; 3 fotos; 2 siglas; 1 tab.; 3 websites; disponível em <https://assinvexis.org/artigos/vicio-na-internet/>; acesso em: 03.10.20; 15h10.

4. Nonato, Alexandre, et al.; Inversão Existencial: Autoconhecimento, Assistência e Evolução desde a Juventude; pref. Waldo Vieira; 304 p.; 70 caps.; 17 E-mails; 62 enus.; 16 fotos; 5 microbiografias; 7 tabs.; 17 websites; glos. 155 termos; 376 refs.; 1 apênd.; alf.; 23 x 16 cm; BR.; Associação Internacional Editares; Foz do Iguaçu, PR; 2011.

- Advertisement -spot_img

More articles

- Advertisement -spot_img

Latest article